Friday, April 01, 2011

Falha interrompida.

um dia
qualquer destes que passam por aí
quis ser um debochado leminsky
e dos lugares comuns e chavões
troquei de lugar raios e
sensações;
depois tentei baudelaire,
simbólico, mefítico, sexista,
jurei mentiras em laivos de
saudades;
visitei kerouac
narrativo e imberbe,
perdi um irmão e saí
vagando por ruas estreitas,
antônimas,
procurei os amigos ginsberg
e burroughs em vão,
sentido sem sentido,
melífluo desprazer,
rio vermelho que escorria
dos meus olhos em prantos
-lisérgico-juvenis;
tateei o obscuro medo do conhecido
e tentei mayakovsky
revolucionando a mesmice
em opções básicas,
simples, práticas,
poemas mecânicos.
esqueci de mim
em meio a tudo que tentei,
busquei,
falhei...

1 comment:

Danilo MM said...

Mas é bem provável que tenha se encontrado.